David Miranda é alvo do Ministério Público


Mesmo com toda a intervenção do partido Rede e do STF para barrar toda e qualquer investigação contra Glenn Greenwald, os esforços não se estenderam para seu companheiro David Miranda

 

David Miranda é deputado federal pelo PSOL e assumiu o cargo após a desistência – mal explicada – de Jean Wyllys.

O inexpressivo deputado que conseguiu seus 15 minutos de fama ao dividir os holofotes com o seu companheiro Glenn (alcunhado de Verdevaldo) após este vazar supostas conversas dos procuradores da Lava Jato, conseguidas de forma criminosa através da invasão de aparelhos dos procuradores, é investigado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro em dois procedimentos pela prática de rachadinha – a devolução de salários de funcionários comissionados – em seu gabinete no período que foi vereador do Rio.

 

O MP impetrou um pedido para quebrar o sigilo fiscal e bancário de Miranda e outras quatro pessoas.

 

Segundo informa a Época, uma investigação corre em âmbito criminal e outra, em esfera cível, apura improbidade administrativa.

 

Em sua defesa, o deputado afirma que a investigação é retaliação via aparato estatal em resposta as atitudes criminosas de seu companheiro e se colocou a disposição da justiça.

David Miranda afirmou que “nossa luta não vai parar”, fazendo referência a ‘Vaza Jato’.

Sem Comentários

Deixe Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *